Facebook anuncia menos destaque a conteúdos públicos no feed de notícias para 2018.

O todo poderoso da Facebook, Mark Zuckerberg, publicou em seu perfil pessoal, na última quinta-feira, 11, que fará mudanças na forma como o feed de notícias aparece atualmente para seus usuários.

Zuckerberg planeja deixar a plataforma mais comunitária e familiar e para isto fará com que conteúdos jornalísticos e vídeos virais tenham menos destaque. “ Uma vez que há mais conteúdo público [postagens marcadas como públicas] do que publicações de amigos e familiares, o saldo do que aparece no feed de notícias alterou-se da coisa mais importante que o facebook pode fazer – ajuda a nos ligarmos uns aos outros”.

As mudanças já devem ter início nas próximas semanas.

Fake news

Em outubro, a empresa havia iniciado um teste em seis países, entre eles Eslováquia e Bolívia, tirando as páginas de mídia e outras do feed de notícias. Segundo um estudo do site eslovaco “Denník N” a mudança atingiu mais o jornalismo profissional do que os sites de “fake news”.

De outubro a dezembro, as interações (likes, comentários e compartilhamentos) nas páginas das 50 maiores empresas de mídia do país caíram 52%. Já as interações dos “sites e páginas de desinformação”, que produzem notícia falsa para obter tráfego e publicidade, caíram 27%.

Com as mudanças anunciadas pelo Facebook nesta quinta-feira (11), as “fake news” podem continuar a se espalhar: se um parente ou amigo publica um link de um artigo que é bastante comentado, esse post vai receber destaque no feed do usuário.